8 Ideias para incentivar e trabalhar a musicalização infantil

Os bebês têm contato com a musicalidade ainda no útero da mãe. À medida que crescem, experimentam sons feitos com a boca, fazem gestos, dançam, cantam e promovem o desenvolvimento musical. Desse modo, é essencial estimular a criança a interagir com a música em casa e na escola.

O processo de aprendizagem requer o desenvolvimento de habilidades intelectuais e emocionais, por isso a proximidade de instrumentos musicais e sua linguagem melhora a ação cerebral das crianças. Portanto, o raciocínio, pensamento, memória e criatividade, crescem com a vivência musical, despertando a familiaridade com o mundo das letras e números.

Quer saber as inúmeras vantagens da musicalização na infância e como trabalhá-la? Então continue lendo este artigo!

Veja como trabalhar a musicalização na Educação Infantil

A musicalização das crianças é muito importante para o seu crescimento, até os bebês podem começar. Além de desenvolver a sensibilidade à música, contribui também para a interação social, coordenação motora, disciplina de aprendizagem, acuidade auditiva e trabalho em equipe, além de outras características necessárias à convivência em sociedade.

Confira a seguir como aplicar a musicalização infantil com atividades simples no dia a dia escolar e em casa.

1. Crie canções de boas vindas

Quando as crianças estão nas aulas, cantar com elas na hora do lanche ou quando é hora de ir para casa é uma forma simples e divertida de integrar a música ao seu cotidiano. Isso pode ser aplicado mesmo enquanto estiverem no berçário, de forma divertida e lúdica.

Os pais também podem fazer essa atividade em casa, adaptando as cantigas para quando for a hora dos pequenos irem à escola e quando voltarem dela.

2. Estimule-as a fazer movimentos

Ao cantar com as crianças, incentive-as a fazer movimentos. Um bom exemplo é cantar a música dos dedinhos enquanto aponta para elas. É uma forma de ensinar ritmo, trazer conteúdo e trabalhar a musicalização infantil.

3. Utilize músicas nas brincadeiras

A hora de brincar também pode ser usada ​​para o ensino. Uma boa opção é ensinar cantigas de roda. Assim, os pequenos aprendem sobre letra e ritmo, a seguir a canção com os passos de um modo agradável e divertido.

4. Experimente usar fantoches

Ensinar canções com fantoches ou cantar com as crianças também é uma forma de atraí-las para ouvir música. Normalmente, os bebês gostam de interagir com bonecos, o que torna o aprendizado de novas letras mais fácil.

5. Incentive as palmas e batidas

Alguns versos rítmicos — como a cantiga “um, dois, feijão com arroz” — podem ser acompanhados de palmas ou até de batidas no chão. Esse tipo de atividade ensina para eles ritmo e poesia ao mesmo tempo.

6. Adote instrumentos musicais

Os bebês podem brincar com chocalhos e as crianças mais velhas podem ser expostas a instrumentos musicais adequados para sua idade. Existe um brinquedo pedagógico denominado “Bandinha do Barulho” que pode ser utilizado tanto em casa quanto em sala de aula. O kit é composto por 10 instrumentos musicais adaptados para crianças, como cornetas, castanholas, pandeiros, etc.

7. Tente mudar o andamento das canções

Experimente mudar o andamento de músicas que as crianças já tenham aprendido. Sabe aquela cantiga que é reproduzida em um ritmo mais rápido? Tente cantá-la de forma lenta para que os pequenos sintam a diferença.

8. Apresente musicais

Na hora de assistir um filme ou desenho, escolha aqueles que tenham músicas no enredo. Animações musicais são excelentes opções.

Entenda a importância da musicalização na Educação Infantil

O movimento físico e tudo o que as crianças ouvem, veem e refletem afetam diretamente a formação da cognição, psicologia e emoção. Os alunos podem acelerar o processo de alfabetização e raciocínio matemático usando instrumentos musicais adequados aos seus gostos ou por meio de atividades baseadas na música.

Um estudo da Northwestern University, nos Estados Unidos, mostrou que as crianças que entram em contato com a música desde cedo tendem a desenvolver aspetos essenciais para a formação do ser humano mais eficientemente. Quer saber mais sobre suas vantagens? Veja abaixo.

Desenvolve a expressão corporal

Dança, música e brincadeiras são uma combinação perfeita. Jogos lúdicos, dinâmicas de grupo e contação de histórias devem sempre ser acompanhados por músicas que combinem com o enredo.

Assim, as crianças vão se exercitar, desenvolver flexibilidade, raciocínio lógico, fortalecer músculos e até pensar rápido. No que se refere ao domínio do movimento corporal, elas poderão se expressar melhor, com mais elegância e criatividade na comunicação durante os primeiros sete anos de vida.

Melhora o desenvolvimento da linguagem

Falar é um processo natural, no entanto, para muitas crianças esse processo acontece tarde demais. Sob a influência das atividades musicais infantis, a pronúncia correta das vogais e consoantes se desenvolverá mais rapidamente.
Além disso, o uso de letras e anotações levará a um método importante de expansão do vocabulário, sem falar no impacto positivo na compreensão das primeiras palavras.

Estimula a sensibilidade e integração social

A música tem a capacidade de tocar a sensibilidade dos adultos e, da mesma forma, ajuda a fazer com que as crianças prestem mais atenção aos laços emocionais.

Além do amadurecimento da sensibilidade, a musicalização na sala de aula aumenta o clima de integração entre os alunos. Portanto, os pais devem sempre incentivar seus filhos a sempre participarem de atividades relacionadas à música.

Essas foram as nossas dicas de como trabalhar a musicalização infantil. Ao aplicar o que aprendeu por aqui, você estará contribuindo para que seu pequeno tenha um desenvolvimento cognitivo, social e emocional mais rápido e completo desde os primeiros anos de vida.

Compartilhe esse conteúdo:

Menu