Alfabetização e letramento: as 5 melhores dicas, confira!

Antes mesmo de saber o que são as letras, as crianças podem ser alfabetizadas. Reconhecer a linguagem, o som das palavras e simplesmente observar as letras já são o começo da alfabetização e letramento. Esse processo começa na família, mas é na Educação Infantil que ele ganha novos conhecimentos.

O desenvolvimento da fala, das noções de linguagem e, subsequentemente, aprendizagem, das habilidades de leitura e escrita podem ser afetados pela experiência inicial da criança com as mais diferentes formas de linguagem: falar, escrever, ler e cantar. É por isso que é tão importante que a escola e a família construam um ambiente alfabetizador.

Quanto maior for o contato da criança com as linguagens, mais fácil ela entende as diferentes características e significados das palavras. Seu aprendizado acontece de forma lúdica e, logo, ela estará pronta para, de fato, ler e escrever.

Nesse contexto, veja a seguir as dicas que reunimos para ajudar na alfabetização infantil!

5 dicas práticas para trabalhar a alfabetização infantil

Brincar e aprender é uma das melhores maneiras de incentivar a alfabetização das crianças. Portanto, os professores devem fazer pleno uso de vários tipos de brincadeiras, músicas, pinturas e recursos multimídia como vídeos e jogos. Além disso, também podem explorar o espaço físico da sala de aula: colar cartazes na parede e formar um canto de leitura são algumas ideias para trabalhar a alfabetização das crianças.

1. Varal de letras

Papel, tesoura e varal: isso é todo o material necessário para pendurar algumas letras na sala de aula e iniciar o processo de alfabetização. O varal é uma solução simples, mas muito eficaz para apresentar o abecedário às crianças. A ideia é permitir que os pequenos interajam com as letras, observem e acompanhem suas formas com os dedinhos.

2. Leituras diárias

Ler com os alunos é uma atividade que promove o aprender e saber no letramento e alfabetização do 1º ao 3º ano da Educação Infantil. Se os materiais forem diversificados, a proposta pode ser ainda mais rica.

O intuito é criar uma rotina com as crianças de uma leitura por dia. A segunda-feira, por exemplo, pode começar com uma história em um livro de contos; a terça pode ser o dia de ler uma página de revista. Este exercício ajudará as crianças a aumentar seu vocabulário, compreender as diferentes funções do texto, desenvolver uma noção de tempo e outros conhecimentos.

3. Aprendizagem com jogos

Jogos educativos são excelentes coringas no Ensino Infantil e também podem ser muito úteis na alfabetização das crianças. Alguns exemplos de jogos que utilizam letras são caça-palavras, palavras cruzadas, dominó de palavras e força.

Além disso, os jogos de memória são outra ótima opção, já que as palavras podem ser combinadas com imagens. Jogos eletrônicos e outras ferramentas digitais também ajudam a estimular o interesse das crianças.

4. Prática da escrita

Antes de escrever as letras com um lápis, as crianças precisam se familiarizar com elas. Isso significa que elas precisam observar e sentir sua forma, e tentar reproduzir algumas delas. Para tornar esta atividade mais interessante, pode-se convidar as crianças a criarem letras com diferentes materiais, como tinta guache, glitter, papel picado, argila ou giz de cera.

5. Cantigas e parlendas

O uso da música na Educação Infantil é bem conhecido,sendo bastante útil na alfabetização. Isso porque, em muitas músicas, a forma de cantar marca a separação das sílabas e introduz a ideia de que as palavras contêm “pequenos fragmentos” que podem ser divididos.

As Parlendas — versos infantis ritmados — também podem ajudar os pequenos a compreender palavras e ritmos, principalmente porque são altamente repetitivos.

Momento ideal para começar o letramento infantil
Assim como uma criança aprende de forma independente assistindo e ouvindo várias línguas, às vezes é necessário inserir atividades de alfabetização e letramento em sua rotina de forma mais estruturada. Porém,quando é a hora certa?

Este é um tema controverso entre os especialistas em Ensino Infantil. Alguns pensam que as crianças pequenas devem ser poupadas desse ensino estruturado — priorizando as brincadeiras educativas e outras tarefas. Outros acreditam que a alfabetização das crianças pode ser antecipada, inserindo conceitos, como a introdução das letras e sílabas.

Independentemente do perfil da escola, é importante encontrar um equilíbrio entre as atividades de cuidado, jogos e ações direcionadas. A LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional) afirma claramente que a educação, nesta fase, visa o desenvolvimento integral da criança “física, mental, intelectual e social”.

Por outro lado, a BNCC (Base Nacional Comum Curricular) exige que a alfabetização das crianças aconteça até o 2º ano do Ensino Fundamental.

Importância de incentivar a alfabetização adequada

Para as crianças, adquirir habilidades de leitura e escrita é uma etapa importante, mas, além delas, também é necessário passar pelo processo de letramento. Este é o momento em que ela domina as funções sociais da leitura e da escrita. Em outras palavras, a criança não só poderá decifrar as palavras, como também saberá usar a escrita e a leitura corretamente nas situações cotidianas.

Introduzir exercícios de alfabetização e letramento para as crianças é uma tarefa que sempre exigirá muita paciência e criatividade por parte dos educadores e familiares. Por isso, é essencial que a família e a escola atuem juntas nesse processo, a fim de garantir o pleno desenvolvimento dos pequenos.

Se você estiver buscando um colégio em Fortaleza que ofereça uma alfabetização estruturada e atue em conjunto com os familiares dos estudantes, o Colégio Universo é a escolha certa. A instituição estabelece as bases para o processo contínuo de alfabetização desde o Ensino Infantil até o início do Ensino Fundamental. Lá, os alunos serão estimulados a se interessar pela leitura antes mesmo de compreender as primeiras letras.

Compartilhe esse conteúdo:

Menu